Trabalho intermitente ganha adesão após a reforma trabalhista

 

Novos modelos de contratação inserido pela reforma trabalhista vêm ganhando adesões. Um deles é o contrato intermitente – quando a pessoa recebe por período de trabalho. O outro é o parcial, com duração de até 30 horas semanais. Atualmente há quase 50 mil trabalhadores com jornadas intermitentes ou parciais.


Data de Publicação: 13/11/2018